Jefferson Agamenon

Comentarista Político

Áudio 2 de Olho

Meus caros ouvintes do Tocantins...

Estamos na reta final da campanha eleitoral do dia 03 de junho, neste próximo domingo.

Esta semana o TSE, a justiça eleitoral disse em Brasília que todos os candidatos que tinham suas candidaturas questionadas na justiça agora podem ser candidatos.

Ao meu ver ficou ótimo assim, todos podendo ser candidato sem restrições, até porque depois ninguém tem mais nada a questionar a não ser a quantidade de votos recebidos rs.

Me perguntaram o que eu achava do candidato Marlon Reis?! Respondi: “me chama atenção o fato de um ex juiz se aposentar tão cedo”.

Juízes são respeitados, tem salários muito mais altos que o de governador, benefícios de toda sorte além de muitas regalias.

É tão bom ser juiz que uma boa parte não se acham Deus, tem certeza que é.

Pergunto, qual motivo leva alguém a se aposentar assim, tão cedo e tão novo?!

Isso me causa no mínimo desconforto.

No Tocantins juízes aposentados têm de montes como: Liberato Povoa, Amado Cilton, Wilamara Leila etc. Bem, todos sabem qual foi o motivo de suas aposentadorias “Rolo” muito rolo.

Juízes são julgados por juízes e quando algo está estranho, simplesmente a corregedoria apura e os "aposentam", num processo pra lá de sigiloso, então nós nunca ficaremos sabendo o verdadeiro motivo.

Outra coisa, vamos ser sinceros, o que é ser ficha limpa, é não ter processos na justiça?!

Te afirmo, meu caro ouvinte que isso não é ser ficha limpa.

Ficha limpa é o homem que tem processo, se defende e ao final é julgado inocente dos fatos a ele imputados.

Num país democrático com “amplo” acesso à justiça, penso que o prefeito, governador, presidente, homens e mulheres que mexem com interesses de centenas e milhares de pessoas se não tiver processos nada fez, nada construiu, nada tentou, apenas ocupou um cargo que penso não ser merecedor.

Costumo dizer que um homem que não tem processos na justiça é igual ao homem que não tem barriga, desconfie dele, pois o homem que não tem barriga não tem passado e tenha certeza que não tem futuro.

Ser honesto não é um favor (nossa como ele é honesto que lindo) é uma obrigação que não merece troféu por isso.

Desconfie do candidato que se diz honesto demais e bonitinho demais, ele pode ser de outro planeta ou estar disfarçado em pele de cordeiro.

Assisti ao debate na TV Anhanguera, achei patético, não ouve debate coisa nenhuma, apenas Mario Lúcio e Marlon Reis recebiam perguntas de Katia e Vicentinho, só Mario Lúcio quem fez uma única pergunta a Carlos Amastha que agradeceu quase de joelhos.

Sabe meus caros, as pessoas me param na rua para perguntar: “Jefferson quem vai ganhar a eleição?!” como seu tivesse uma bola de cristal rs.

De forma bem humorada respondo: “aquele que tiver mais votos nas urnas”.

Vale ressaltar que quem for eleito agora governará o Tocantins só até dezembro, no dia 7 de outubro teremos outra eleição que elegerá o governador para os próximos 4 anos, até 2022.

As pessoas me perguntam também em quem eu votaria, e aí eu repondo sem nenhum receio.

Na verdade eu estou indeciso, mas se escolher pela estabilidade econômica do Tocantins votarei em Mauro Carlesse, mas se escolher pela mudança dos grupos e políticos do Estado certamente votaria em Carlos Amastha.

Te prometo que até domingo decidirei, uma coisa é certa, tenho convicção de que irei votar.

Comigo é prego batido e ponta virada!

Jefferson Agamenon

Comentarista Político